Learn Anything Faster With Limitless Author Jim Kwik 1

Learn Anything Faster With Limitless Author Jim Kwik


Child: Welcome to my Mommy’s podcast.

This podcast is brought to you by Four Sigmatic. You have heard me talk about them a lot and it’s because I love them so much. Their products are a regular part of my life and I can’t even remember the last time I didn’t use at least one of their products in a given day. My hands down favorite is their coffee with lions mane and there are two ways I drink it… they make convenient packets that are great for adding to hot water for instant coffee on the go, and they make ground coffee with Lion’s mane that is great for brewing just like you would any other ground coffee. Another trick is that I bring the packets with me and add them to my coffee or even to decaf coffee when I am traveling. It’s important to note that neither of these tastes like mushrooms… they taste just like coffee but they give that added punch from Lion’s Mane, or they have one with cordyceps, which gives me clean energy and focus all day without the jitters or acidity of some other coffee products. I also love the coffee packets for the popular dalgona coffee that’s making the rounds on social media right now and I make it with their coffee and Lion’s Mane packets and coconut sugar for a delicious iced coffee treat. Check out this and all of their products at foursigmatic.com/wellnessmama and use code wellnessmama gives 15% off. >Leia Mais<

Does Society’s Obsession Reflect a Form of Collective Mental Illness? 2

Does Society’s Obsession Reflect a Form of Collective Mental Illness?


Does Society’s Obsession Reflect a Form of Collective Mental Illness? 3By Peter Tocci

Today’s world looks quite chaotic, threatened and stressed. But could the players and motives commonly cited by investigative journalists be symptomatic first, causal second?

Issues come ‘fast and furious,’ such as ever-increasing threats to health, freedom, self-determination, and most critically to the ecosystem, thus survival.

Technological society (TS) now faces conversion from an ‘analog’ form of socioeconomic and political thralldom (sold as freedom) to a digital, microwave-mediated, robotized, total-surveillance and direct human-control system, where one’s thoughts, feelings, choices and behaviors can be (wirelessly) programmed. >Leia Mais<

Selenium Benefits for Metabolism and Health (+ Food Sources) 4

Selenium Benefits for Metabolism and Health (+ Food Sources)


Table of Contents[Hide][Show]

Vitamin D is being discussed more and more in the health community for its importance to the human body. But today I want to talk about another nutrient that is often forgotten — selenium. Selenium is a critical nutrient for metabolism and overall health, but many people don’t know much about it (or why it’s so important).

What Is Selenium?

Selenium is a mineral that is critical for overall health. Selenium deficiency is fairly rare in the U.S but is an increasing problem in some areas of Europe and other selenium-deficient parts of the world. Also, selenium inadequacy (not getting enough selenium, but not deficient) may be a problem too. >Leia Mais<

A morusina inibe o crescimento de células-tronco do glioblastoma in vitro e in vivo. 5

A morusina inibe o crescimento de células-tronco do glioblastoma in vitro e in vivo.



PMID: Mol Carcinog. Jan 2016; 55 (1): 77-89. Epub 2014 31 de dezembro. PMID: 25557841 Resumo Título: A morusina inibe o crescimento de células-tronco de glioblastoma in vitro e in vivo através da atenuação da estatura, transdiferenciação de adipócitos e indução de apoptose. Resumo: As células-tronco do câncer de glioblastoma multiforme (GBM) são responsáveis ​​pela progressão e recorrência do GBM após terapia convencional. Morusin possui atividade anti-câncer in vitro. O objetivo deste estudo é confirmar o efeito de inibição do crescimento da morusina no crescimento de GSCs humanos in vitro e in vivo e explorar o possível mecanismo de sua atividade. Os GSCs humanos foram enriquecidos sob um sistema de cultura não adesivo e caracterizados por formação de neurosfera, coloração com azul de toluidina, coloração por imunofluorescência, análise por Western blotting dos marcadores de estereose de CD133, nestina, Sox2 e Oct4 e tumorigenecidade in vivo; o efeito inibidor do crescimento da morusina nos GSCs humanos in vitro e in vivo foi testado por citotoxicidade celular, inibição da formação de neurosfera, diferenciação adipogênica, indução de apoptose e inibição do crescimento tumoral em ensaios in vivo. Os potenciais mecanismos moleculares subjacentes ao efeito de inibição do crescimento da morusina nos GSCs in vitro e in vivo foram investigados com a avaliação de Western blotting das proteínas de estatura, adipogênicas e apoptóticas nos GSCs tratados com morusina e tecidos tumorais. Os GSCs enriquecidos sob um sistema de cultura não adesivo possuem características de rigidez; A morusina inibiu o crescimento de GSCs in vitro e in vivo, reduziu a rigidez dos GSCs, induziu a transdiferença e apoptose do tipo adipócito. A morusina tem o potencial de inibir o crescimento de GSCs humanos in vitro e in vivo através da atenuação da rigidez, transdiferenciação de adipócitos e indução de apoptose. >Leia Mais<

O óleo de linhaça pode ser considerado um agente promissor com propriedades cardioprotetoras. 6

O óleo de linhaça pode ser considerado um agente promissor com propriedades cardioprotetoras.



PMID: Genes Nutr. 5 de maio de 2020; 15 (1): 9. Epub 2020, 5 de maio. PMID: 32370762 Resumo Título: Efeito da suplementação de óleo de linhaça na composição de ácidos graxos da membrana eritrocitária e na modulação do sistema endocanabinóide em pacientes com doença arterial coronariana: um ensaio clínico randomizado, duplo-cego. Resumo: JUSTIFICATIVA: A superativação do sistema endocanabinóide (ECS), associada ao aumento do processo inflamatório, pode atuar como fator de risco para doença arterial coronariana (DAC). A gordura da dieta pode influenciar o tom da ECS. O objetivo do presente estudo foi investigar o efeito do óleo de linhaça no perfil de ácidos graxos da membrana eritrocitária e na atividade da ECS pela medição do N-araquidonoil etanolamina (AEA) sérica e do receptor canabinóide tipo 1 (CB1), receptor canabinóide tipo- 2 (CB2) e expressão do mRNA da amida hidrolase dos ácidos graxos (FAAH). MÉTODOS: Este ensaio clínico foi realizado em 44 pacientes com DAC. O grupo intervenção recebeu 1,5% de leite gordo suplementado com óleo de linhaça (contendo 2,5 g de ácido α-linolênico ou ALA), enquanto o grupo placebo recebeu 1,5% de leite gordo por 10 semanas. O perfil de ácidos graxos dos fosfolipídios da membrana eritrocitária foi medido por cromatografia gasosa. O nível de AEA foi determinado usando um kit ELISA, e a PCR em tempo real foi realizada para medir a expressão de mRNA de CB1, CB2 e FAAH antes e após a intervenção. RESULTADOS: A suplementação de óleo de linhaça resultou em um aumento significativo no conteúdo de ALA e redução significativa no conteúdo de ácido linoléico (AL) dos fosfolipídios da membrana, em comparação com o grupo placebo (MD = – 0,35 e 2,89, respectivamente; P >Leia Mais<

Seis vegetais mais saudáveis ​​para plantar em seu jardim 7

Seis vegetais mais saudáveis ​​para plantar em seu jardim


Este artigo está protegido por direitos autorais da GreenMedInfo LLC, 2020Visite nossas diretrizes para republicar

Seis vegetais mais saudáveis ​​para plantar em seu jardim 8

A sociedade moderna se afastou do processo de cultivo e cultivo de seus próprios alimentos, mas as pesquisas demonstraram que a jardinagem traz inúmeros benefícios fisiológicos e psicológicos. Continue lendo para obter uma lista de vegetais altamente nutritivos que você pode cultivar facilmente no quintal ou em recipientes na varanda

A cultura ocidental agora está quase completamente removida do processo de produção de alimentos, mas estudos de pesquisa apontam para o valor de produzir alimentos orgânicos e nutritivos para nós mesmos, mesmo em pequenos ambientes urbanos. >Leia Mais<

Por que toda pessoa na América precisa se tornar um prepper durante o segundo semestre de 2020 9

Por que toda pessoa na América precisa se tornar um prepper durante o segundo semestre de 2020


Por que toda pessoa na América precisa se tornar um prepper durante o segundo semestre de 2020 10Por Michael Snyder

Estava no meu coração escrever este artigo por alguns dias, mas eu sabia que não seria fácil escrever. 2020 já foi um dos piores anos da história moderna dos EUA e parece que os próximos seis meses também serão extremamente desafiadores. Mas mesmo que a maioria dos americanos esteja esperando que as coisas voltem ao “normal” em 2021 e além, a verdade é que a “tempestade perfeita” que estamos testemunhando ocorre apenas nos estágios iniciais. Todos os velhos ciclos estão terminando, todas as bolhas estão estourando e estamos começando a experimentar as consequências de décadas de decisões incrivelmente tolas. Portanto, mesmo que os meses restantes de 2020 sejam caóticos, a verdade é que as coisas vão piorar progressivamente com o passar dos anos. Isso significa que você deve usar esse período para se preparar para o que está à nossa frente, porque em algum momento a janela da oportunidade para se preparar estará fechada para sempre. >Leia Mais<

Health Benefits of Herbs and Spices 11

Health Benefits of Herbs and Spices


Table of Contents[Hide][Show]

You probably add herbs and spices to your recipes without even thinking about it! While they can usually make or break your culinary creations, there’s so much more to the humble herb or spice than taste. I try to include a regular variety in our family’s diet since they have incredible health benefits that are well studied (and make food so much more fun!).

Many contain even more of these disease-fighting properties than some fruits and vegetables! >Leia Mais<

O Tanshinone IIA pode reverter comportamentos do tipo depressivo em camundongos expostos ao CUMS, regulando o RasGRF1. 12

O Tanshinone IIA pode reverter comportamentos do tipo depressivo em camundongos expostos ao CUMS, regulando o RasGRF1.



PMID: Gene. 2020 29 de maio; 754: 144817. Epub 2020 29 de maio. PMID: 32473965 Resumo do Título: RasGRF1 participa do efeito protetor do tanshinone IIA em comportamentos depressivos de um modelo de camundongo induzido por estresse leve, imprevisível e crônico. Resumo: Tanshinona IIA (Tan IIA) é relatado por ter efeitos neuroprotetores para suprimir a apoptose celular de neurônios corticais induzidos por Aβ através da inibição do estresse oxidativo. No entanto, poucos estudos investigaram os efeitos do Tan IIA no transtorno depressivo. Aqui, objetivamos medir os efeitos do Tan IIA no modelo de camundongo induzido por estresse leve imprevisível (CUMS) crônico e seu mecanismo subjacente. Durante 28 dias, os ratos foram submetidos a CUMS enquanto o Tan IIA foi administrado uma vez ao dia em doses de 0, 1, 2,5, 5 ou 10 mg / kg. A exposição ao CUMS aumentou comportamentos do tipo depressivo, como indicado pelo aumento do tempo de imobilidade nos testes de suspensão forçada de nado e cauda, ​​diminuição da preferência pela sacarose no teste de preferência pela sacarose e comportamento exploratório reduzido no teste de campo aberto. Todos esses comportamentos foram revertidos dependendo da dose pelo tratamento com Tan IIA. O estresse oxidativo foi determinado pela medida da atividade do malondialdeído, glutationa peroxidase e superóxido dismutase e da capacidade antioxidante total. Níveis de fatores pró-inflamatórios IL-1β e IL-18, proteína de ligação ao elemento de resposta cAMP e fator neurotrófico derivado do cérebro foram detectados por ELISA e ensaio de western blot, respectivamente. Os resultados mostraram que o CUMS aumentou o estresse oxidativo e os fatores pró-inflamatórios e diminuiu os níveis de proteína de ligação ao elemento de resposta cAMP e o fator neurotrófico derivado do cérebro. O tratamento com Tan IIA reverteu novamente esses efeitos. É importante ressaltar que a expressão de RasGRF1 aumentou em camundongos expostos a CUMS, mas diminuiu após a administração de Tan IIA. Usando o RasGRF1 para determinar o papel do RasGRF1 em camundongos expostos ao CUMS, descobrimos que o knockdown do RasGRF1 reverteu os efeitos do CUMS em camundongos, assim como o Tan IIA. Estes resultados indicam que o Tan IIA pode reverter comportamentos depressivos em camundongos expostos a CUMS, regulando RasGRF1. >Leia Mais<

Receita das mordidas de frango com bacon 13

Receita das mordidas de frango com bacon


Índice[Hide][Show]

Eu tive a ideia dessas mordidas de frango com bacon quando eu precisava de uma idéia para um potluck. Eu tinha frango na geladeira que ia usar para nuggets de frango parmesão, então inventei esses ingredientes e os fiz em menos de uma hora. A chave é o mel, mostarda e alho.

Embora eu tenha criado originalmente esta receita como aperitivo, gostamos tanto dela que as fiz para o jantar muitas vezes. Ocasionalmente, gostamos de jantares com petiscos, por isso é divertido combiná-los com espetos vegetarianos crus. >Leia Mais<