Pureza do café em tudo o que você precisa saber sobre o café

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br


Criança: Bem-vindo ao podcast da minha mãe.

Este podcast é patrocinado pelo The Ready State. Se você é como eu, pode ter rigidez e dor perpétuas no pescoço e nos ombros por anos de trabalho, carregando filhos e todas as demandas dos pais. Ou quadris doloridos por excesso de sessão ou gravidez múltipla. Encontrei uma ótima maneira de aliviar minhas dores e melhorar minha aptidão e flexibilidade. É de alguém que eu respeito muito … Dra. Kelly Starrett, do The Ready State. Se você não conhece Kelly, ele é um treinador de mobilidade e movimento para medalhistas de ouro olímpicos, campeões mundiais e atletas profissionais. Ele é o autor de dois livros mais vendidos do New York Times, incluindo “Como se tornar um leopardo flexível”, que já vendeu mais de meio milhão de cópias. Ele tem mais de 150.000 horas de experiência prática treinando atletas nos níveis mais altos. Ele é um médico de fisioterapia que ajuda as principais empresas, organizações militares e universidades a melhorar o bem-estar e a resiliência dos membros de sua equipe. Ele criou um programa chamado Virtual Mobility Coach. É fácil fazer esse programa em casa todos os dias, tornando-o ideal para mim e para a maioria das mães. E eu posso fazer com meus filhos. Todos os dias, o Virtual Mobility Coach oferece novos exercícios em vídeo guiados. Eles mostram técnicas comprovadas para cuidar do seu corpo, aliviar a dor e melhorar a flexibilidade. E você pode personalizar seus vídeos de três maneiras. Se você estiver com dor, pode fazer uma foto do corpo humano e clicar no que dói. E a partir daí, o Virtual Mobility Coach fornecerá uma receita personalizada da dor para ajudá-lo a encontrar alívio, com base no movimento. Segundo, você pode encontrar uma biblioteca de rotinas de recuperação suaves na seção de manutenção diária. Eles são uma ótima maneira de relaxar e praticar o autocuidado no conforto da sua casa. E terceiro, para os atletas, o Virtual Mobility Coach também possui uma seção inteira de rotinas pré e pós-exercício para mais de quatro dezenas de esportes e atividades. Eles ajudam você a se aquecer antes do treino, para que você possa executar o seu melhor com um menor risco de lesões. No momento, você pode experimentar o Virtual Mobility Coach totalmente sem risco por duas semanas sem pagar um centavo. E depois disso, você pode obter 50% de desconto nos seus primeiros três meses. Vá para thereadystate.com/wellnessmama e use o código WELLNESSMAMA50 na finalização da compra. Isso é metade dos seus primeiros três meses quando você se inscreve em um plano mensal. E você terá técnicas personalizadas para aliviar dores persistentes e melhorar sua forma física e flexibilidade.

Este podcast é apresentado a você pelo Radiant Life Catalog. A Radiant Life é uma empresa on-line de saúde e bem-estar de propriedade familiar, especializada em suplementos alimentares, alimentos ricos em nutrientes, utilidades domésticas ecológicas e filtragem e purificação de água. Depois de passar mais de 20 anos no setor de saúde, a Radiant Life percebeu que um dos componentes negligenciados do bem-estar é o acesso a água limpa, saudável e hidratante. Agora, eles têm uma variedade de filtros que corrigem isso para todos os tipos de casas e orçamentos, de balcão a balcão e até a casa inteira como a que temos. Seus sistemas são criados com foco na saúde e bem-estar. Eles melhoram o sabor e o cheiro da água, mas, mais importante, removem uma ampla gama de contaminantes potencialmente perigosos. Eles também têm um especialista em água interno disponível o tempo todo para orientá-lo no processo de seleção do sistema e responder a todas as suas perguntas por telefone ou e-mail. Seus sistemas também são projetados e construídos nos EUA e com alta qualidade. Acesse radiantlife.com/wellnessmama e receba US $ 200 em toda a casa ou sistema de água de 14 estágios com o código WMPODCAST.

Katie: Olá, e bem-vindo ao “The Wellness Mama Podcast”. Eu sou Katie do wellnessmama.com. E este episódio é sobre uma das minhas bebidas favoritas, café, e vamos resolver um pouco da confusão sobre se é bom para você ou não, e quanto, se houver uma resposta dependente da dose e a melhor maneira de tirar o máximo proveito do seu café.

Estou aqui com Andrew Salisbury, fundador de mais de 14 empresas nos últimos 25 anos em 6 países, incluindo México, Argentina, Brasil, Colômbia, Irlanda e EUA. Sua empresa mais recente, a Purity Coffee, é um projeto de paixão e uma das minhas empresas favoritas. E na Purity, eles são muito focados na saúde e, como algumas das minhas outras empresas favoritas, testam tudo quanto à qualidade e são muito transparentes sobre os resultados.

Pessoalmente, acredito que mudar a qualidade de diferentes alimentos e bebidas é uma das coisas mais fáceis que podemos fazer para melhorar a saúde e o bem-estar, especialmente quando é algo que consumimos de qualquer maneira. E como o café é uma das bebidas mais consumidas no mundo, achei que era um lugar importante para começar. Eu sei que você realmente vai gostar deste episódio se você bebe café como eu.

Então, sem mais delongas, vamos nos juntar a Andrew. Andrew, seja bem-vindo. Obrigado por estar aqui.

Andrew: Muito obrigado por me receber.

Katie: Bem, conversamos sobre um dos meus tópicos favoritos hoje, que é café e estou tomando café agora. É a bebida mais matinal para mim e sei que é algo que é bastante comentado no mundo do bem-estar e há um pouco de debate sobre isso, mas, em geral, sabemos que existem alguns benefícios associados ao café. Claro, é uma das bebidas mais amadas do mundo e muitas das pessoas que ouvem são fãs muito grandes. Mas, para começar, adoraria começar um pouco mais e falar sobre o café em geral e sobre o que sabemos, não quero dizer os benefícios do café, mas os constituintes do café e como eles afetam o corpo.

Andrew: Sim. É meio interessante. A maioria das pessoas não sabe que o café é a fonte número um de antioxidantes na dieta americana, que eu acho que foi quando descobri isso pela primeira vez, pensei … fiquei um pouco impressionado. Fala-se muito sobre coisas como mirtilos e couve e comer o arco-íris e todas essas coisas são muito, muito válidas. Mas se você bebe café, obtém a maioria dos antioxidantes do café, porque o café é realmente muito rico em polifenóis e muito rico em antioxidantes. E é algo que a maioria de nós, sabe, 164 milhões de americanos vão acordar esta manhã e beber uma xícara de café. Então esse é talvez um dos fatos mais interessantes que eu acho sobre o café

Katie: Isso é fascinante. E pelo que li, é de longe uma das bebidas mais consumidas no mundo depois da água. Mas a maioria do mundo consome café de forma relativamente regular, certo?

Andrew: Isso mesmo. Eu gosto de pegar minha água do café, então minha esposa está me dizendo o tempo todo para beber mais água, mas eu prefiro pegá-la do meu café. Mas sim, absolutamente. É uma das bebidas mais populares. De fato, uma das razões pelas quais estamos tão interessados ​​nesse foco em café e saúde. Como se você pensa em algo que as pessoas fazem todos os dias, 164 milhões de americanos tomam café, se você pode mudar algo que as pessoas fazem repetidamente, terá um impacto real na saúde e na longevidade. E essa é uma das razões pelas quais estamos tão focados nisso. Não precisamos mudar de comportamento. Não precisamos convencer as pessoas a beber algo com que não estão familiarizadas. Basta pegar um café de melhor qualidade.

Katie: Sim, eu concordo absolutamente. Sou um grande fã quando se trata de mudanças que podem ser feitas uma vez e ter efeitos duradouros, nas quais você pode mudar algo sobre sua rotina, como disse, que já está fazendo, por isso não está tendo que adicionar qualquer coisa. Não há esforço. Em uma nota não relacionada, eu amo essa coisa. Eu durmo com todas as noites chamada chiliPAD, que fica embaixo do meu lençol e mantém minha cama mais fria. E sabemos que a partir dos dados que dormir a uma certa temperatura é benéfico para a qualidade do sono. Mas, em vez de esfriar a casa inteira, eu posso simplesmente esfriar minha cama é eficiente em termos de energia e agora que ela está configurada, não preciso pensar nisso.

Portanto, é uma adição de saúde muito fácil, porque não é algo que requer algum esforço. E sinto que é disso que estamos falando. Com café ou qualquer comida ou qualquer coisa que você atualize, quando você melhora a qualidade de algo que está consumindo de qualquer maneira, não é preciso nenhum esforço extra, mas você obtém benefícios extras. E eu já li antes, não sei se isso está correto, mas o café é a maior fonte de antioxidantes na maioria das dietas americanas. Para a maioria das pessoas, é provavelmente a maior fonte de antioxidantes. Isso é verdade pelo que você leu?

Andrew: Sim. Se você olhar para a tabela ORAC, que é a medida de antioxidantes na dieta, encontrará as primeiras 30 ou 40 coisas muito ricas em antioxidantes, especiarias e coisas como hortelã-pimenta e orégano e apenas várias especiarias. porque não consumimos aqueles em quantidade suficiente para causar um grande impacto, mesmo que sejam muito altos. Mas, mais adiante, lá em cima e bem lá em cima, na mesa, está o café, as diferentes maneiras de se fazer café, cacau, esse tipo de coisa. Chocolate e café são os dois mais ricos em antioxidantes que as pessoas consomem regularmente.

Katie: Entendi. E então o que mais está presente no café? Porque eu acho que a maioria das pessoas pensa no café pelo sabor e pela cafeína, mas há muitas outras coisas acontecendo quando se trata de café, certo?

Andrew: Isso mesmo. Quando começamos, nosso foco era que queríamos tomar todas as decisões com base na saúde. E isso significava a ausência de coisas ruins. Portanto, os pesticidas, fungos e coisas assim que queremos evitar, mas a presença de mais boas qualidades do café e as boas qualidades dos produtos de que mais queremos, compostos de que mais queremos são os antioxidantes, os CGAS, os polifenóis. Mas, dentro disso, existem vários outros compostos que são benéficos no café que são criados na fazenda com feijão verde, também através da torrefação, mas também queremos fazer discagem. Portanto, os ácidos clorogênicos são o composto número um que procuramos. Depois, há outras coisas como trigonelina, lactonas clorogênicas são importantes e existem apenas várias … É um ato de malabarismo. Se você sabe o que procurar, sabe o que assar, pode maximizar esses compostos. Mas você precisa ter muita consciência de como você assa o café para ter mais desses compostos.

Katie: Entendi. E essas pessoas não estão torrando seu próprio café e provavelmente nem estão cientes do processo de torrefação do café. Isso varia de acordo com os tipos de café com os quais as pessoas estariam familiarizadas? Por exemplo, eu sei que ouvi falar de assados ​​escuros e assados ​​leves e de todos esses termos diferentes. Esses têm significados realmente definidos e isso afeta o que o café acabado terá nele?

Andrew: Absolutamente. Quase todas as decisões que você toma com o café, desde a cereja do café e onde é cultivado, à maneira como é processado, à maneira como é torrado, à maneira como é enviado e à maneira como você realmente o serve no final, terá um impacto sobre os benefícios de saúde do café. Então, é realmente bastante complexo. E o ponto de partida é que os ácidos clorogênicos que você deseja no café, são mais altos no feijão verde quando você não assa o café, mas podem variar muito de plantação para plantação, região para região, fazenda para fazenda. E não há um grande preditor de qual café será mais alto em ácidos clorogênicos na fazenda. Então, realmente, o primeiro passo é fazer testes laboratoriais de café de todo o mundo e escolher os que são mais ricos em ácidos clorogênicos. E então o protocolo de torrefação, a maneira como você gerencia a torrefação, é um ato de equilíbrio entre calor e tempo. E quanto mais escuro você assar um café, mais você tira os antioxidantes do café. O café torrado muito escuro tem 5%, 10% dos antioxidantes que você poderia ter em um café torrado corretamente.

Katie: Uau. Essa é uma enorme diferença, com certeza. E eu sei, apenas por estar nos estudos e lendo o PubMed regularmente, que existem muitos estudos relacionados ao consumo de café, ao consumo de cafeína e aos antioxidantes do café. E eu sei que isso também é algo que você monitora de perto. Então, o que estamos vendo atualmente na pesquisa da literatura, quando se trata desses componentes do café e como eles podem ser benéficos?

Andrew: Sim. E houve alguns estudos incríveis que foram publicados recentemente, mas o que estamos vendo é uma reversão de cerca de 15 anos atrás, quando havia rótulos de aviso de câncer ou a ideia de que o café poderia causar câncer. E todos eles são baseados em estudos que foram feitos nos anos 50 e 60, onde eles não se importavam com o fato de as pessoas que estavam tomando café também serem fumantes, beberem muito álcool e não se exercitarem. E quando eles escolheram esses cofundadores, o que descobriram é que os resultados foram realmente revertidos.

E, assim, a Organização Mundial da Saúde divulgou cerca de quatro anos atrás, cinco anos atrás, para dizer que tem um benefício positivo na redução do risco de seis formas de câncer. Então, basicamente, os estudos estão se tornando cada vez mais fortes em termos de todos os benefícios para a saúde do café, pois estão relacionados a coisas como a prevenção do diabetes tipo 2, saúde do fígado, doenças cardíacas. E, novamente, muito disso parece estar relacionado à alta qualidade antioxidante do café.

Leia Também  Como minimizar a exposição ao cloro ao nadar

Katie: Entendi. E eu sei que esses são obviamente grandes tópicos agora no mundo da saúde, porque estamos vendo um aumento e praticamente todos eles. Antes de prosseguirmos, quero falar também sobre alguma desvantagem maciça a ser observada quando se trata do consumo de café? Como se eu pensasse em muitas coisas na vida, na curva de um sino, há um ponto ideal de consumo. Isso também é verdade com o café?

Andrew: Eu acho que o que você tem que pensar aqui é … muitas pessoas confundem café com cafeína. É apenas um sistema de entrega de cafeína. E realmente não é. Os antioxidantes são as coisas que são a parte mais importante do café quando se trata de benefícios à saúde. Mas o problema é que você está bebendo cafeína e há um tipo de retorno marginal decrescente da quantidade de cafeína que você deve beber.

Então, dependendo do seu… As pessoas são divididas em metabolizadores rápidos da cafeína ou metabolizadores lentos da cafeína, e se você é um metabolizador lento da cafeína, significa que permanece no seu corpo por mais tempo e você será o tipo de pessoa que toma um café, digamos no meio do dia e tem problemas para dormir. Sou o tipo de pessoa que pode tomar café expresso em dobro e dormir à noite porque sou um metabolizador rápido da cafeína. Portanto, a cafeína é algo que você realmente deseja observar.

Portanto, quando se trata de efeitos prejudiciais do café, você realmente precisa apenas observar seu corpo e como ele reage à cafeína no café. A ingestão recomendada de café é entre quatro e seis xícaras, mas não há razão para que você não mude para o descafeinado para obter mais polifenóis, mais antioxidantes no café e não ter nenhuma das desvantagens. Espero que isso responda à sua pergunta.

Katie: Sim. Quando se trata de ser um metabolizador rápido da cafeína versus um metabolizador lento, tudo isso está relacionado à tolerância à cafeína de alguém ou é algo genético separado da quantidade de café que seu corpo está acostumado a consumir?

Andrew: Na verdade, é uma coisa genética. Por exemplo, você pode fazer um 23andMe e descobrir se é um metabolizador de café mais rápido ou mais lento. Mas provavelmente você já sabe qual é, porque se é sensível a uma xícara de café, se é alguém que está ouvindo isso e percebe que precisa ter muita consciência da quantidade de café que consome antes de sentir algum nervosismo. ou nervosismo, então você é um metabolizador lento da cafeína. E se você pode beber muito café e isso não parece incomodá-lo e apenas lhe fornecer energia constante, você é um metabolizador rápido.

Katie: Entendi. OK. Bem, eu sei que é uma boa notícia para muitas pessoas ouvindo e também para mim porque eu amo café, que, em geral, os dados apontam para uma saúde saudável, especialmente se sabemos o que procurar e estamos consumindo. nas quantidades certas e corretamente. E eu também sou um grande fã. Eu acho que sou um metabolizador lento da cafeína, então tento limitar minha cafeína, mas depois vou mudar para o descafeinado só porque adoro o sabor do café preto.

Andrew: Absolutamente.

Katie: Sim. E acho que é uma ótima maneira de equilibrar isso. Eu também, pessoalmente, sou um grande fã de não fazer nada todos os dias. Portanto, não tomo suplementos no fim de semana, não tomo café todos os dias. Ou, se eu fizer, vou tomar descafeinado só para misturar, porque não quero que meu corpo se adapte totalmente a nada. E esse é outro truque que às vezes vou usar para garantir que ainda consuma café e que seja eficaz e eficiente quando consumi-lo em vez de desenvolver essa tolerância.

Andrew: Sim. OK. Ótimo. Qual é o tipo de descafeinado que você bebe também? Existem alguns métodos de cafeína que você deseja evitar, quais são os métodos químicos e não tenho certeza de qual método seu café usa quando você bebe um café. Mas a Swiss Water, ou CO2 crítico, é a melhor maneira de remover a cafeína do café e você ainda mantém os antioxidantes.

Katie: Ok. Isso é bom de saber. Então, tomo seu café descafeinado, mas gostaria de explicar isso para todos que estão ouvindo. Porque eu sei que isso era algo que eu não entendi por muito tempo. Portanto, explique que existem vários métodos que podemos usar para tirar a cafeína do café ou reduzi-la realmente. Porque ainda não se foi completamente, mas explique como esses diferentes métodos funcionam e quais queremos dar atenção.

Andrew: Ok. Portanto, nosso foco era que, em algumas das decisões que tomamos, é relativamente fácil e outras são mais complexas. E essa foi uma decisão relativamente fácil de tomar. Existem dois métodos. Os dois principais métodos que usam produtos químicos para lixiviar a cafeína ou tirar a cafeína do café. Decidimos nos afastar deles muito rapidamente. E o motivo é que simplesmente não queremos introduzir produtos químicos em um produto que já é tão bom para você. E descobrimos que havia lixiviação dos ácidos clorogênicos nesse processo. Então eles foram descartados quase imediatamente.

O melhor método que encontramos é o método Swiss Water, que funciona através de um filtro de carvão ativado aquecendo a água em que o café se encontra. Depois, um filtro de carvão ativado captura as partículas de cafeína que são um pouco maiores que as outras. E então a água é reintroduzida no café e você está obtendo um processo natural de água para descafeinar o café. O CO2 crítico é outro processo, mas só é feito na Alemanha no momento. E quando testamos os dois, não vimos uma diferença perceptível nos ácidos clorogênicos. Então pensamos que ambos funcionariam bem. O método mais conveniente é a Água Suíça para nós.

Katie: Entendi. OK. Então é isso que as pessoas precisam saber se estão procurando descafeinado. E eu sei que existem pessoas que, por várias razões de saúde, precisam evitar ou limitar severamente a cafeína. Portanto, é claro, essa é uma maneira fácil de obter os benefícios e os antioxidantes sem consumir muita cafeína. Além disso, eu adoraria falar sobre mofo e café, porque esse é um tópico que se tornou cada vez mais … Acabei de falar sobre o mundo da saúde, especialmente. E parece que há muito debate e controvérsia quando se trata do potencial de mofo e micotoxinas no café. Então, o que você acha disso e como sabemos se algo está presente no café?

Andrew: Bem, acho que a primeira coisa é que, infelizmente, há muito mofo nos cafés. Mas nunca vimos os números que foram citados em alguns dos estudos. Alguns dos estudos que analisamos mostram 50% ou mais. Não foi o que descobrimos quando testamos os 49 principais cafés dos EUA. Mas ainda encontramos 20%, 22% tinham mofo, levedura ou ocratoxina A. Portanto, é um problema grande o suficiente no qual você precisa estar ciente. E é um problema grande o suficiente que, você sabe, com uma solução relativamente fácil, deve garantir que não haja mofo no café.

Espero que seja um padrão que todos os produtores de café atendam rapidamente, porque esse é realmente um grande problema de saúde e é muito fácil de resolver. O problema é que o mofo surge no seu café de várias maneiras diferentes e, portanto, você precisa se certificar de que, durante todo o processo de produção do café, não há como o mofo se desenvolver. Portanto, não é uma solução fácil. Ele não ocorre apenas na fazenda e pode ocorrer no torrefador e quando está sendo enviado.

E há muitas razões, infelizmente, por que o mofo ocorre nesses diferentes estágios. Se eu quero detalhar um pouco, uma das áreas que o mofo acontece em primeiro lugar é o fato de que, com a agricultura industrial, o que acontece é que você tem fileiras de árvores de café e cafés na árvore, esses cafés as cerejas amadurecem em momentos diferentes. Assim, você pode escolher uma árvore que tenha cerejas perfeitamente maduras ao mesmo tempo que cerejas verdes maduras, e há cerejas pretas maduras demais naquele cafeeiro.

Com a agricultura industrial, o que eles fazem é pegar um trator e percorrê-lo pelas fileiras de árvores de café, arranhando todas as cerejas, maduras, maduras ou maduras, folhas e galhos. E então o trabalho deles é classificá-lo posteriormente e remover as impurezas do café. Bem, o problema disso é como pegar um morango mofado e colocá-lo em uma cuba de morangos frescos. Você voltará para o dia seguinte e todos os seus morangos estarão mofados.

Então, depois de introduzir o molde, mesmo nos estágios iniciais, é muito difícil se livrar. É por isso que insistimos em que você tenha que escolher cerejas de café selecionadas a dedo, o que significa que você está colhendo apenas as cerejas maduras no momento. E depois existem vários outros métodos. Infelizmente, alguns dos métodos podem ser evitados. Alguns dos métodos…

Eu estava em uma fazenda no Brasil e vi um fazendeiro pulverizando uma montanha de café com água. E eu estava tentando entender exatamente por que ele faria isso. E eu pensei que o café já havia sido processado corretamente até este ponto. Por que pulverizá-lo com água? E ele admitiu que, como o café era vendido com base no peso, se o borrifava em água, ele capta a água porque o grão de café está muito seco, pega a água e é pago mais porque obviamente é pago com base no peso. E agora você tem um produto que será enviado por um mês ou dois meses, muito úmido. E isso obviamente vai criar mofo. Essa é apenas uma das duas maneiras pelas quais você pode introduzir mofo no café.

Katie: Uau. E isso faz total sentido. E parece que precisaria haver muito controle sobre esse processo e colhê-lo. Mas existe algum padrão ou maneira de saber, se você está apenas comprando café, se isso será um problema ou não? Acho que não é algo realmente relatado em qualquer tipo de etiqueta, é?

Andrew: Na verdade não. Estamos tentando criar um padrão para isso e há muito para eles. Mas quero dizer, posso dizer o tipo de coisa que seus ouvintes devem procurar no café para evitar a maioria desses problemas e isso se baseia apenas em todos os nossos testes de laboratório, o que vimos. Então, seria útil apenas fornecer uma visão geral do que procurar?

Katie: Sim, absolutamente. Essa foi uma das minhas próximas perguntas: o que é testado em laboratório no café e quais são os intervalos ideais que estamos procurando?

Andrew: Sim. Bem, esse é o ponto de partida. Portanto, se você estiver indo para a torrefadora de café local ou se for comprar café, o ponto de partida é que você precisa pedir café orgânico. O café é a colheita mais fortemente tratada no planeta, ao lado de tabaco e algodão. E assim você tem uma escolha em ambos. Mas em termos de café, se não for orgânico, você realmente ingerirá muitos produtos químicos. E também, o grande problema é que o café é tratado em países que não têm o mesmo nível de supervisão. Isso significa que os pesticidas que foram proibidos nos EUA são aceitos no Brasil e não há nenhum tipo de verificação e equilíbrio quando se trata de resíduos de pesticidas quando esses cafés chegam aos EUA.

Portanto, o ponto de partida é mínimo, seu café precisa ser orgânico. Então, o que você precisa pedir é pedir café de qualidade especial. Grau de especialidade como o mais alto grau de café. E a razão pela qual você solicitaria isso é que toda vez que você desce o nível do café é como resultado da coisa chamada defeito primário. E um defeito primário, cada um desses defeitos primários, embora eles afetem o sabor a ser rastreado de volta à saúde, existem coisas como fermentação excessiva, feijão rachado ou quebrado. Há uma lista de coisas diferentes nos defeitos primários que você deseja evitar. E a única maneira de garantir que você possa evitar esses defeitos primários é dizer: “Quero café de qualidade especial”.

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br

Então essa é a segunda coisa que você deve pedir. Portanto, café de qualidade especial e a maneira como o café é torrado, o ideal é encontrar o café que foi testado como livre de bolores. Mas se você estiver olhando para um café orgânico de qualidade especial, é provável que seja tratado muito melhor do que o café médio de commodity. Então você precisa criar uma rede de segurança lá. A segunda coisa é a maneira como o café é torrado. O problema é que você pode tomar um café da mesma qualidade e, se estiver torrado demais, estará consumindo muitos antioxidantes.

Então, esses assados ​​muito escuros. Há um pouco de trapaça com esses assados ​​escuros no sentido de que as grandes empresas de café, o problema delas é que elas querem que o café tenha o mesmo sabor, seja em Seattle ou em Cingapura. Portanto, a melhor maneira de fazer isso é assar demais o café, para que o consumidor esteja acostumado a um gosto queimado e o reconheça como café, mas você terá uma fração dos benefícios de saúde disso. Então, você está procurando um assado médio, de cidade em cidade cheia, nada mais sombrio do que isso é o que você pediria.

E, finalmente, seu café precisa ser fresco. Isso é algo que você pode controlar do ponto de vista do consumidor: garantir que o café tenha sido torrado não mais do que alguns dias atrás, quando você o tiver e quiser consumi-lo nos primeiros 15 a 20 dias no exterior, porque os antioxidantes diminuem off no café, bem como ele envelhece. Isso responde a sua…

Leia Também  Cronograma de escassez de alimentos da FEMA / DHS vazou enquanto chineses começaram a comprar alimentos em pânico

Katie: Entendi. Sim, isso definitivamente responde. Isso faz total sentido. E eu sei disso, como eu disse nele ou em qualquer setor, também vemos isso nos alimentos. E em suplementos e tudo mais, não há realmente … são como padrões estabelecidos pelo setor que precisam ser publicados sobre isso. E, portanto, depende realmente de fazer nossa própria pesquisa e, em seguida, contar com a transparência da empresa e o compartilhamento dessas informações para conhecer algumas dessas coisas, certo?

Andrew: Absolutamente. Você precisa encontrar uma empresa preocupada com os benefícios para a saúde do café ou, pelo menos, preocupada com a qualidade do café. Há certo poder ou certas coisas que você pode procurar. As pessoas ainda não estão comprando café com base na saúde. Eles estão apenas começando. Eles estão começando a reconhecer como o café é bom para a saúde. Eles estão fazendo isso todos os dias, que é um pequeno ajuste que eles devem fazer. Como eles não estão comprando café com base na saúde, os produtores de café não estão olhando para esse tipo de decisão que será relativamente fácil de tomar para melhorar os benefícios à saúde do café.

Então esse é o tipo de estágio em que estamos agora, infelizmente. Mas existem alguns indicadores. O que aprendemos é que, quanto mais próximo o café é da natureza, maior a probabilidade de ser benéfico para você em termos de alto teor de antioxidantes. Nem sempre é verdade, mas é verdade o suficiente para que seja uma boa medida para você procurar café. Isso significa que o café é cultivado em um habitat natural, é cultivado na sombra, é um dos rótulos a serem procurados. Amigo das aves é outro rótulo para procurar. Ambos são indicadores de que o café é cultivado em vez da agricultura industrial de que falamos anteriormente, é cultivada em seu habitat natural. Há muita cobertura do solo. Há folhas apodrecendo, o que está melhorando a qualidade do solo. É amigável para pássaros, o que significa que não afastou os pássaros.

Então, é bom para o meio ambiente e nos preocupamos com isso. Nosso principal motivador é a saúde e tomar um café que seja favorável às aves significa que o certificado pelo Smithsonian significa que é provável que seja cultivado em seu habitat natural. Procure café escolhido a dedo e selecionado a mão, porque, novamente, esse é outro indicador de que eles não poderiam colocar tratores para colher o café. Eles têm que escolher manualmente, selecioná-lo manualmente, o que significa que é muito mais provável que ele esteja em um ambiente mais hostil, você sabe, onde há mangueiras, mamão, café e o café precisa ser escolhido a dedo.

Katie: Entendi. OK. Então, eu sei que conversamos sobre antioxidantes em geral em relação ao café e sabemos que o café é uma boa fonte. Gosto de aprofundar apenas os aspectos de saúde dos antioxidantes em geral e o que sabemos na literatura sobre como os antioxidantes beneficiam o corpo. Porque eu sei que esse é um tópico, todo mundo está familiarizado com essa palavra antioxidante, mas para realmente entender, porque há muita pesquisa sobre isso e a compreensão de todas as formas no corpo que os antioxidantes são benéficos, especialmente para muitos desses problemas que está vendo realmente drasticamente em ascensão agora. E eu sei que uma das áreas de pesquisa com as quais estou realmente fascinado agora é a saúde do fígado, porque o fígado está tão conectado a muitas partes do corpo. Então, a partir de sua pesquisa, o que você está vendo quando se trata de antioxidantes e fígado?

Andrew: Sim. Como não sou médico, não posso falar especificamente sobre as explicações mecanicistas de como isso funciona no corpo. Mas o que posso dizer é que trabalhamos com alguns dos melhores cientistas do café do mundo e médicos que nos deram boas orientações sobre os compostos com os quais devemos nos preocupar. So the antioxidants, one of our big guys, and this has been Dr. Sanjiv Chopra. And Dr. Sanjiv Chopra was the last dean of Admissions at Harvard Med School. And he’s also a liver surgeon and he says that in 35 years as a liver surgeon, he’s never seen anybody with end-stage liver disease, that drinks three to five cups of coffee a day. Which, when I heard that, I was staggering.

So he’s a big proponent of coffee and health and he’s been lecturing in front of thousands of doctors really for longer than anybody talking about the health benefits of coffee. And the reason that he’s passionate about what we’re doing as a group is the fact that he feels like coffee is one of the best things that you can do to prevent liver damage. So, the example he uses is, look, if you’re going to be drinking alcohol, you need to be drinking coffee. That doesn’t mean there’s going to be a lot of problems with alcohol consumption, but it’s not going to affect the liver in the same way. And that, I found staggering and that’s one actionable piece of information I think that the people should be aware of.

The other one is the prevention of type 2 diabetes. And very large studies, one which is the nurses’ study, 1,109,000 people tracked over 25 years, shows that if you drink 3 to 5 cups of coffee from the baseline that you drink, you have an 8% lower chance of ever developing type 2 diabetes with… And so if you think of this as a sort of global problem that we’re dealing with this 25 million Americans who are diabetic, I’ve lost count right now, but there’s 81 million Americans that are pre-diabetic. And if they’re not aware that coffee consumption is one thing that they should be doing to reduce their risks, that’s a huge opportunity I think to help people in overall health.

Katie: No kidding. And of all the things we know we should be doing for health, like exercise and like eating healthy, clean diet, drinking good coffee is one of those not difficult and relatively enjoyable things, especially for those of us who like coffee and to have that potential for really supporting the body in that way I think is really astounding. And also takes off some of that guilt. Because there have been articles I’ve seen over the years, even there are some big online publications saying, “Coffee might not be as good as we thought.”

And I think the research is definitely supporting its benefits now, but for anyone who still has some reservation about should I be drinking this much coffee, it’s pretty incredible to hear that there are studies like that that really do support regular consumption of coffee. Again, of course, in line with everything we’ve talked about, making sure it’s a high-quality coffee, which is just like you’d want to do in food. There’s a huge difference between refined sugar and fruit or between a refined grain or refined anything and a really high-quality farm-grown version. So I think that same applies to coffee and I love that you are making that so transparent and easy for consumers to understand.

Andrew: Yeah, it’s so true of any food it’s difficult to say a definitive answer. Is fish good for you? Is meat good for you is, you know, it really depends. Was the salmon farm-raised or was it wild-caught or? Now, we have to learn to get into a little bit more detail with our food. And I don’t think we can make as you know, blanket statements about it. And I think the same is true of coffee and you made a very good points. I mean, this is something that most Americans do every single day. So if you can just make a small adjustment and get better quality coffee, then you’re going to do yourself a real service and it’s relatively easy thing to do. It’s not inaccessible. We’re not telling people to eat more kale and has to be of a certain variety. It’s just something you’re likely to be doing every day. And you can affect the health quality of that coffee just by selecting a little bit better.

Katie: Exactly. Yeah. Going back to that easy change that doesn’t take a lot of effort or time or really anything other than just changing out the beans that you’re making coffee with.

This podcast is sponsored by The Ready State. If you’re at all like me, you might have perpetual stiffness and pain in your neck and shoulders from years of working, carrying kids and all of the demands of parenting. Or sore hips from too much sitting or multiple pregnancies. I found a great way to relieve my aches and pains and improve my fitness and flexibility. It’s from someone I highly respect… Dr. Kelly Starrett at The Ready State. If you don’t know Kelly, he’s a Mobility and movement coach for Olympic gold medalists, world champions, and pro athletes. He’s the Author of two New York Times bestselling books, including “Becoming a Supple Leopard”, which has sold over half a million copies. He has over 150,000 hours of hands-on experience training athletes at the highest levels. He’s a Doctor of Physical Therapy who helps top companies, military organizations, and universities improve the wellness and resilience of their team members. He created a program called Virtual Mobility Coach. This program is easy to do from home each day, making it ideal for me, and for most moms. And I can do with my kids. Every day, Virtual Mobility Coach gives you fresh, guided video exercises. They show you proven techniques to take care of your body, relieve pain, and improve flexibility. And you can customize your videos in three ways. If you’re in pain, you can pull up a picture of the human body and click on what hurts. And from there, Virtual Mobility Coach will give you a customized pain prescription to help you find relief, based on movement. Second, you can find a library of soothing recovery routines in the daily maintenance section. They’re a great way to wind-down and practice self-care from the comfort of your home. And third, for athletes, Virtual Mobility Coach also has an entire section of pre- and post-exercise routines for more than four dozen sports and activities. They help you warm-up before your workout so you can perform your best with a lower risk of injury. Right now, you can try Virtual Mobility Coach totally risk-free for two weeks without paying a penny. And after that, you can get 50% off your first three months. Just go to thereadystate.com/wellnessmama and use code WELLNESSMAMA50 at checkout. That’s half-off your first three months when you sign up for a monthly plan. And you’ll get personalized techniques to relieve nagging pain and improve your fitness and flexibility.

This podcast is brought to you by Radiant Life Catalog. Radiant Life is a woman-owned, family-run online health and wellness company specializing in food-based supplements, nutrient dense foods, eco-friendly housewares and water filtration and purification. After spending over 20 years in the health industry, Radiant Life realized that one of the overlooked components of wellbeing is access to clean, healthy and hydrating water. Now, they have a range of filters that fix this for every type of house and budget from counter top to under counter and even whole house like the one we have. Their systems are crafted with a health and wellness focus. They improve the taste and smell of water but, more importantly, they remove a wide range of potentially harmful contaminants. They also have and in-house water expert is available all the time to guide you through the system selection process and answer all of your questions via phone or email. Their systems are also designed and built in the USA and really high quality. Go to radiantlife.com/wellnessmama and get $200 off a Whole House or 14-Stage Water System with the code WMPODCAST

Katie: As someone who is so involved in this world and I would guess has also tried many types of coffee and has developed ways for making it exceptional. I’d love to hear what your routine is for making coffee each morning because there are so many different methods and there’s so much debate on the best way both for taste and for getting all of those beneficial properties into the finished coffee. So what does your routine look like for making coffee?

Andrew: Yeah. And it really depends on time of day. So I’ll do a pour-over in the morning and my wife and I will have what we call our purity huddle, which is 20 minutes, 30 minutes just talking about the day. And the pour-over is relatively simple, easy way to make the coffee and then extracts most of the positive compounds. Then later on the day, I tend to move to espresso, which is again, another good way of making the coffee. And I just prefer black coffee. If you have really good quality coffee, you don’t need to add milk and sugar, which, you know, there really no benefits to doing that anyway. So if you’re drinking really good quality coffee, there’s no reason to add any of those things.

Leia Também  Remédios naturais para Jet Lag para você se sentir equilibrado

Katie: I agree. Well, I will say I wouldn’t want to have to become a coffee snob. I already was, but I have developed really strong systems for how I make coffee and I’m a big fan of the pour-over as well. And we use a glass Chemex and I grind my coffee fresh. I know that’s something else you talk about quite a bit is, waiting to grind the coffee until right before you make it. Is there a benefit there besides just the taste?

Andrew: There is. It’s all about oxidation. So the problem is that as coffee oxidizes, so if it’s in its full bean, it’ll take about 15 to 20 days to stale and then you’ll lose a lot of the antioxidants in the coffee as it stales. And the oils that you see on some coffee that you think, “Oh, this coffee looks beautiful.” The reality is that that’s the oils that are coming from the coffees as they turn rancid. So, most people, a lot of people are drinking coffee that stale.

The trick is, and the problem is that when you grind coffee, then you created much more of a surface area. And coffee is more like an avocado or an apple where if you cut it in half, you can actually visually see that it’s staling very quickly. But you can’t see that in coffee, but it is. It’s staling very quickly. So when you grind your coffee, then if you use it in the next half an hour or so, you’re fine. But if you leave it to sit in a container till the next day or grind the whole bag of coffee, then your first cup of coffee is going to be great. Your first pot of coffee is going to be great. And everything after that is going to be stale. And so the reason why that’s important is we make every decision based on health.

So we just go to these tremendous lengths to find the very best quality coffee, the highest in antioxidants, we roast it to maintain the antioxidants, we give it to you, nitrogen flush, so it’s fresh until you open the bag. All of these things to make sure you’re getting the highest quality coffee. But if you then take that bag and then grind it and then use it over the period of a week or whatever, you’re drinking stale coffee and a lot of the benefits that we worked hard to give you are lost for that reason.

Katie: Okay. Gotcha. That makes sense. And you said that we don’t need to add sugar or cream or anything to coffee, which I am full in agreement with. Especially there is such a difference I feel like with your coffee that’s so… It doesn’t have that acidic or bitter taste at all. So to me, it feels like there’s almost a natural sweetness to it. But there’s also this trend right now of adding literally everything imaginable to coffee in different ways. And I see people adding crazy amounts of fat or blending up a banana and coffee or like all these different things. Are there any things that are synergistic that work well with coffee or with the antioxidants that can make it more beneficial? Or is that really just based on taste?

Andrew: So we’ve been approached by a number of different companies talking to us about different things to add into our coffee. And we decided early on that we wanted to focus just on making the very best quality coffee we could for health and let people add those things in that they feel are likely to have an impact. So we’ve intentionally stayed removed from that conversation. These things that I do personally. Personally, I have MCT and butter in a coffee in the morning. I actually like the way my body reacts to that. But it’s just not something that we’re sort of promoting because what we’re trying to do is get people to focus on the fact that coffee by itself is incredibly good for you. You don’t need to add supplements to it. You don’t need to add anything to the coffee to make it an incredibly good food for your body. And so that’s where we want to focus on.

Katie: Got it. OK. That makes sense. So it’s more of like, listen to your own body,see what works best for you, experiment. And I think really at the end of the day, that seems to be so much of health goes back to. And that’s been one of my lessons over this past year is, the end of the day, there’s million and one things we can all do in the name of health and a million and one things we can do that are not healthy. It’s finding those things that are the most beneficial for each of us and finding our own routines. And on that note, I always love to ask, are there any things that are also just really part of your health routine, maybe not related to coffee, but just that you find to be big needle movers in your own life?

Andrew: A huge one for me is meditation. Honestly, I think that’s probably one of the number one things I introduce later on in life that makes a huge difference. So I really can’t… And I do TM meditation, honestly, I think that’s probably one of the highest leverage points in my sort of lifestyle habits that had the biggest impact. There are lots of other things, but I think meditation and pausing a little bit and not getting off the hamster wheel to sort of take stock of your life in the direction you want to go in. It’s just a very impactful thing.

Katie: I absolutely agree. I know that you are a busy business owner as well, or do you have any tips for traveling with coffee? Because that’s always one of my pain points is at home I have this perfect coffee routine and the coffee’s amazing. And then if I drink coffee anywhere else anymore, I’m like, “Oh, it’s not as good.” So how do you travel with high-quality coffee?

Andrew: This is a problem I’ve just fixed. It’s a problem that I had myself personally. I had exactly the same frustration that you’ve had, which is that it’s very difficult to find really good quality coffee when you’re out and about even fantastic hotels. Typically, they underperform when it comes to the coffee you’re drinking. So what we’ve done is we put Purity Coffee in a single-serve sachet, like a teabag. It’s in a small bag, it’s nitrogen flushed and you treat it like a pour-over, like a teabag. You just literally put it in the bottom of the cup and then pour hot water over it and let it sit for four minutes and you’ve got a great pour-over. So that’s our solution to the problem. I’ll send you some.

Katie: Yeah, I would love to try and I’ll of course put links. I know we’ve mentioned several of your products and some other ways to brew coffee. I’ll make sure all those links are in the show notes at wellnessmama.fm. So I know many of you guys listen while exercising or driving. Don’t worry about writing this down while you’re doing those things. Just check out the show notes at wellnessmama.fm. Andrew, a couple of unrelated questions. I love to ask toward the end of episodes, are there any books that have been really influential in your life and if so, what are they and why?

Andrew: Wow, there’s so many. I love to read. I’m trying to think about the ones, how to narrow it down. I mean, I love Tony Robbins. I think he’s an incredible speaker. He’s doing something that very few people know how to do and are just a very high level. So “Unleash the Power Within” is one of his first books. That was formative for me because that set me on the road to personal development. And I think that’s an incredible book to read. I think there’s… Let me think. In terms of business books, I think probably the cultural book that I think was most impactful for me is “Bury My Heart at Conference Room B” which talks about just the importance of culture and how we get it wrong. And I think that’s a starting point. I think for most companies, I think if you get your culture wrong, you know, it’s very difficult to dig out of that hole. So that to me was very impactful. Yeah, there’s just so many. I mean really if you pick a subject, I drill them more, but I would say they’re the first two thought that come to mind.

Katie: Got it. And then any advice, can be related to coffee or not coffee, that you want to leave with the listeners today?

Andrew: Yeah, as far as… I mean, I’ll stick to my subject of coffee. The biggest advice I can give in that subject is that this is a high leverage point, which is easy for you to make an adjustment in. I think it’s worthwhile. I think it’s worthwhile at various levels. I think that as people start buying coffee based on health. As they start making health a criteria for why they buy coffee, it’s going to have a knock-on effect for the coffee producers. What’s happening right now in farms is that coffee is treated like a commodity and it’s treated like a commodity. I mean, it’s handled roughly. Money isn’t given to people who are doing an exceptional job.

Artists and farmers have been marginalized for big industrial farming. And then the people who are doing a really fantastic job and the small farms, this bird-friendly, handpicked, hand-selected, regenerative agriculture, people who are making coffee close to nature. As consumers start buying coffee based on health, they’re going to gravitate to those sort of high-quality products and that’s going to impact the farmers much more than writing a check or doing something on a local level, which is all great and should be done. Or paying a surcharge on the coffee that you buy, that really doesn’t move the needle as much as what will happen when consumer stop voting with their wallet and buying coffee of a higher quality. And that’s going to translate to high-quality coffee for their health, but we’ll also translate to making sure that we’re growing this important crop in a sustainable way with regenerative agriculture. That’ll be good for the local farmers that produce it. So I’d say, I think it’s an important initiative. I think people should take a look at the coffee they drink and pay attention to it.

Katie: Great advice. And I will make sure, I know we’ve talked specifically about Purity Coffee. I will make sure that there is a link to that in the show notes at wellnessmama.fm and I believe we have a special offer just for you guys who are listening and you can find that in the show notes as well, but other than website, and I’ll make sure that the link is there. Is there anywhere else they can find you online to stay in touch and keep learning?

Andrew: Website’s number one source. We’re on all sorts of social media and LinkedIn and Facebook and that sort of thing. But I would just say get direct to the website. And as we talked about early on, we try to be very, very transparent about this. So there’s no secret sauce that we’re hiding from people. We hope more coffee companies will take out this message of coffee and health. And so if you go to our site, you can read about our standards, our lab testing, what we test for, what we look for in coffee, how do we find it, and we want to be as transparent as possible. So and if there’s something that you’re looking for and you don’t find it there, reach out to me. I’m easy to find on our site.

Katie: Perfect. I will make sure all of that’s in the show notes. And Andrew, thank you so much for your time and being here today and for all the transparency that you guys have in lab testing and just being so above and beyond when it comes to coffee and for spreading the word.

Andrew: Absolutely. Thanks a lot for having me on the show. I really appreciate it

Katie: And thanks as always to all of you for listening and sharing one of your most valuable assets, your time with us today. We’re so grateful that you did and I hope that you will join me again on the next episode of the “Wellness Mama Podcast.”

If you’re enjoying these interviews, would you please take two minutes to leave a rating or review on iTunes for me? Doing this helps more people to find the podcast, which means even more moms and families could benefit from the information. I really appreciate your time, and thanks as always for listening.

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br