Principais desenvolvimentos de 1534 | Apenas notícias do mundo

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br

[ad_1]

1534 EC foi um ano muito interessante e interessante no desenvolvimento do imperialismo de origem europeia. Role para baixo para uma rápida visita à história da impressão. Mas aqui estavam os principais eventos políticos globais do ano:

  • Em março, o rei João II de Portugal estabeleceu o primeiro sistema para organizar e promover o povoamento e controle permanentes no interior do brasil (então conhecido como “Terra de la Santa Cruz”.) Este projeto marcou uma ruptura com a política que Portugal vinha perseguindo c. 100 anos no amplo império comercial que havia construído ao redor do Oceano Índico e parecia muito mais com o colonialismo de colonos ativo que os espanhóis vinham perseguindo na América do Sul e Central nas últimas décadas. O novo sistema português foi denominado “Capitanias”. As 15 capitanias foram desenhadas principalmente como faixas de terra leste-oeste, indo para o oeste da costa do Atlântico até a Linha de Tordesilhas (onde o território espanhol começou). Cinco foram atribuídos a dois primos do ministro da Fazenda: o conquistador Martim Afonso de Sousa e o irmão. Os outros foram concedidos a uma mistura de conquistadores e burocratas da corte.
  • Em abril, o Explorador bretão / francês Jacques Cartier, que se casou com dinheiro, recebeu do rei francês a comissão de navegar até o norte do continente americano na busca contínua de uma “passagem noroeste” para o oceano Índico. Em vez disso, entre maio e julho, ele “descobriu” a Terra Nova, o Golfo de St. Lawrence, a Baía de Gaspé, a Ilha do Príncipe Edwards etc. Ele encontrou alguns nativos, provavelmente Mi’kmaq. English-WP nos diz “alguma negociação ocorreu”. Ele voltaria anos mais tarde!
  • Em dezembro, Parlamento da Reforma da Inglaterra aprovou o Ato de Supremacia estabelecendo Henrique VIII como chefe supremo da Igreja da Inglaterra. (Parece um pouco com o ato de secessão de Boris Johnson?)
  • Também em dezembro, conquistador Sebastián de Belalcázar liderou 200 colonos espanhóis na fundação da cidade de colonos que se tornou Quito, Equador.
  • Em algum ponto em 1534 dC, mês desconhecido, Solimão, o Magnífico, tendo voltado sua atenção da Europa Central para a Ásia Ocidental, capturou Bagdá dos safávidas.
  • Através França e Alemanha, as tensões religiosas continuaram a turvar. Houve revoltas de anabatistas (na Alemanha) e huguenotes (na França). Mas também houve a fundação da ordem jesuíta em Paris.
  • Dentro Ming China, as forças imperiais capturaram um pirata com mais de 50 navios sob seu comando. O imperador Jiajing também começou a se afastar de forma um tanto misteriosa das reuniões oficiais, embora seus ministros continuassem a dirigir o império mais ou menos como de costume. Ele parece um sujeito bastante desagradável. English-WP nos diz: “Sua busca pela vida eterna o levou a acreditar que um dos elixires para estender sua vida era forçar as donzelas virgens do palácio a coletar sangue menstrual para seu consumo. Essas tarefas árduas foram realizadas sem parar, mesmo quando as criadas do palácio adoeceram e qualquer participante relutante foi executado por capricho do imperador. ”
  • Tradução de Martinho Lutero para o alemão de toda a Bíblia (incluindo os apócrifos) foi impressa por Hans Lufft em Wittenberg. Tamanho da tiragem não fornecido.
Leia Também  Mais de 100 mil pessoas no mundo se recuperaram de coronavírus

Uma rápida olhada na história e na função da impressão

Certo, confesso que nunca li o influente livro de Jared Diamond, “Guns, Germs and Steel” de 1997, que buscava explicar o surgimento e a manutenção da dominação do mundo pelo Ocidente por meio do domínio dessas três cestas básicas de commodities. (EU acreditam sua referência a “germes” era mais uma referência aos ocidentais que desenvolveram imunidades a certos patógenos do que à suposição quase certamente válida de que os “exploradores” ocidentais ocasionalmente usavam ativamente meios de guerra biológica para exterminar ou enfraquecer a população sujeita.) De qualquer forma, eu gostaria de acrescentar três outras capacidades tecnológicas importantes à lista de capacidades críticas do império: construção naval, capacidade de navegação e tipo móvel.

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br

Então eu comecei a ficar impressionado já nos 14 dias que tenho feito este “Projeto 500 anos” para ver o papel que os materiais de impressão e recursos de impressão desempenharam ajudando a promover o surgimento do imperialismo ocidental. Benedict Anderson é corretamente famoso por ter identificado o “capitalismo impresso” como um fator essencial no desenvolvimento dos “Estados-nação”. Mas nesta era anterior do início do século 16 EC, ainda não tínhamos visto o surgimento de nenhum Estado-nação com estabelecimento estável na Europa exceto os de Portugal e talvez da Espanha – a estabilização de ambos se deveu em grande parte à necessidade de organizar e regular as explorações de seus respectivos bandos de conquistadores. Pelo que vale a pena, estou definitivamente caminhando para a conclusão de que o surgimento de estados-nação com estabelecimento estável em toda a Europa foi em grande parte uma consequência do imperialismo, ao invés de um antecedente a ele … (Além disso, que esses estados formaram as nações, em vez do que o contrário.)

Leia Também  Pior dia em Wall Street desde 1987, Market Crash

Seja como for. Também vale a pena examinar o papel que o desenvolvimento tecnológico no setor de impressão desempenhou no apoio (e ajudando a manter consentimento suficiente para!) Os projetos de construtores de impérios ocidentais. Estou pensando em três tipos específicos de produto de impressão:

  • Mapas de navegação essenciais para a navegação segura em águas distantes e sua compilação em atlas.
  • Relatos de exploradores sobre suas descobertas, nos quais eles catalogaram sistematicamente as coisas que encontraram em terras distantes que podem ser valiosas, e também descreveram a flora, fauna e costumes locais de maneiras que despertariam o interesse e o desejo de “possuir”, experiência , ou em muitas ocasiões derrotar essas manifestações de vida (incluindo vida humana) em praias distantes.
  • Tratados religiosos e outras formas de tratados ideológicos que seriam usados ​​para justificar a dominação cristã / ocidental de todo o mundo.

Portanto, aqui à direita está um gráfico fab, produzido pela Tentotwo, mostrando a explosão na produção europeia de livros impressos entre 1450 e 1800 dC. A produção saltou de cerca de 1,5 milhão de cópias produzidas no século 15 para mais de 200 milhões no século 16, e continuou a subir ainda mais nos dois séculos seguintes.

Se Martinho Lutero tivesse ficado em casa traduzindo a Bíblia ou contado com um pequeno grupo de amigos para copiar suas traduções à mão, seu trabalho nunca teria o tipo de impacto em todo o continente que sem dúvida teve.

Portanto, uma das principais inovações do primeiro imperialismo / capitalismo inicial foi o desenvolvimento e a rápida disseminação dos tipos móveis. English-WP nos diz que embora seja geralmente presumido que o tipo móvel foi desenvolvido por Joannes Gutenberg em Mainz, por volta de 1439 dC, na verdade formas anteriores de tipo móvel foram desenvolvidas no norte da China, sob a dinastia Song do norte por volta de 1041 EC. Fascinante! Assim, o mundo pode agradecer à China por essa invenção, juntamente com outras invenções como pólvora, papel e bebidas destiladas!

Leia Também  A apresentadora do Love Island, Laura Whitmore, fechou acordo de £ 1 milhão para sediar a próxima série |

Descobriu-se que os tipos móveis eram muito difíceis de serem amplamente aceitos na própria China, devido à abundância e complexidade de seus ideogramas. (O uso de impressão a partir de xilogravuras esculpidas era, no entanto, tão difundido na China que quando o jesuíta italiano Matteo Ricci chegou lá no final do século 16, ele notou “o número excessivamente grande de livros em circulação aqui e os preços ridiculamente baixos com que eles são vendidos. ”)

Na Europa, entretanto, a introdução dos tipos móveis foi transformacional. Uma das coisas que impulsionou foi, como Anderson observou, o desenvolvimento de estados-nação. Outro (talvez antes, mas certamente em conjunto com o desenvolvimento dos estados-nação) foi o desenvolvimento dos impérios.

O tipo móvel ajudou muito a agilizar a divulgação dos textos! Mas a impressão em xilogravura continuou a ser usada para mapas e outras ilustrações. O mapa de todo o mundo conhecido no topo aqui foi gravado em 1534 dC pelo (ou para) geógrafo Joachim van Watte e publicado em Zurique.

[ad_2]

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br